Odontologia estética apresenta forte crescimento

dentistica
O campo da odontologia estética está mostrando potencial de crescimento persistente, uma pesquisa realizada pela American Academy of Cosmetic Dentistry (AACD) tem encontrado. A maioria dos entrevistados acreditou que os procedimentos cosméticos irão gerar o mesmo montante de receitas ou mais no ano que vem, com a maior expectativa que implantes dentários continuarão a ter maior crescimento positivo.
 
“Alguns dos mais notáveis achados da pesquisa são os que dizem respeito às maiores tendências na indústria dentária”, comentou a Dra Joyce Bassett, Presidente da AACD. Isso se aplica especialmente para a tendência de digitalização na odontologia. Bassett disse, “O envio digital é definitivamente algo a ser sentido na área estética – de mais de cinquenta por cento dos entrevistados disseram que atualmente utilizam CAD/CAM no consultório ou estão considerando a compra de um sistema CAD/CAM para consultório”.

A Pesquisa e a opinião dos Dentistas 

Na pesquisa, 93% dos dentistas acreditavam que a procura constante de odontologia estética é principalmente impulsionado por indicações de amigos e familiares que tiveram uma experiência positiva. Outros fatores incluíram aumentar as informações sobre odontologia estética online (75%), uma melhor comercialização de práticas de medicina dentária (63%), e a cobertura da mídia sobre odontologia estética (56%).
 
Em relação aos procedimentos cosméticos mais frequentemente realizados, coroas e bridgework, colagem, folheados, e clareamento formam o grosso das intervenções. Em 32 por cento, o tratamento mais popular em práticas dentárias foi o clareamento de dentes.
 
Segundo os profissionais pesquisados, pacientes solicitaram tratamento cosmético principalmente para melhorar a atratividade física e auto-estima (86%); corrigir um tratamento cosmético anteriormente falho (51%); para próximos eventos, tais como um casamento (48%); por razões de saúde ou reparadora, tais como um acidente ou lesão (46%); e para olhar e sentir-se mais jovens (45%).
 
O levantamento foi realizado entre setembro e novembro de 2015. Ele incluiu 360 dentistas, dos quais 89% descreveram a si próprios como dentistas gerais (60%) ou dentistas estéticos (29 por cento). Entre os entrevistados, 74% eram membros da AACD.
 
A academia tem conduzido pesquisa bianual sobre a situação da indústria desde 2005. O relatório completo, intitulado Cosmetic Dentistry: State of the Industry, Survey 2015, está disponível em www.aacd.com

Summer 2013 volunteer at north star retirement home

Gostou do post? Assine e receba posts ainda mais interessantes e informativos!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *